Mistério da Ilha da Pascoa revelado

Um dos maiores mistérios a respeito de antigas civilizações é sobre como as estátuas gigantes da Ilha de Páscoa no Oceano Pacífico, conhecidas como moais, foram transportadas até o local, uma vez que pesavam várias toneladas e o antigo povo da região, os rapanuis, não tinham ferramentas tão avançadas para o transporte.

Recentemente, pesquisadores da Universidade do Estado da Califórnia, nos EUA, criaram uma réplica de um moai para testar uma das hipóteses levantadas, que é a ideia de que as estátuas podiam “caminhar”.

Eles descobriram que os moais podiam ser puxados de um lado e de outro pelos habitantes, de modo semelhante a forma como hoje movemos uma geladeira, mas com a ajuda de grandes cordas. O relatório foi publicado na revista Nature.

As maiores estátuas pesam até 74 toneladas e se erguem por 10 metros de altura, e é um mistério que intriga os cientistas há tempos. Eles explicam que a técnica reproduzida derruba a hipótese de que os moais foram deitados e erguidos por meio de toras de madeira, o que teria ajudado na destruição da floresta da ilha.

Outra evidência que corrobora para essa hipótese é que existem vários moais quebrados, que podem ter sido abandonados em estradas pelos rapanuis.

A Ilha de Páscoa hoje conta actualmente com cerca de 1.000 estátuas


Para reservas ou mais informações para a Ilha da Pascoa clique AQUI

Para nao perder nenhuma campanha LOWCOST clique AQUI

Veja o vídeo :