Em Matosinhos, há um frigorífico que é uma biblioteca

Qualquer pessoa pode levar um livro e deixar outro no seu lugar ou requisitar uma obra e devolvê-la mais tarde.

 


Uma iniciativa do programa "Tem Tudo a Ler" transformou um frigorífico numa biblioteca, que até 16 de Agosto poderá ser utilizada por todos aqueles que visitem a praia de Matosinhos.

 

Em comunicado, a instituição de crédito a particulares que promove a iniciativa informa que nesta biblioteca comunitária - ou frigorífico com "conteúdo diferente do habitual" - qualquer pessoa pode levar um livro e deixar outro no seu lugar ou requisitar uma obra e devolvê-la mais tarde. "Em vez de alimentos e bebidas, o frigorífico irá disponibilizar aos veraneantes livros para todos os gostos", lê-se na nota informativa.

 

Com o mote "Histórias Frescas, Todos os Dias", esta iniciativa, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos, pretende "fomentar a leitura nos momentos de lazer", sendo os livros cedidos pelos colaboradores da Cetelem.

 

Citado no mesmo documento, o director de marketing da empresa, Diogo Lopes Pereira, realça que a leitura é "essencial para tomar decisões complexas e exercer uma cidadania activa" e que Portugal possui ainda "baixos níveis de literacia comparativamente a outros países europeus".

 

Diogo Pereira destaca a "dedicação" dos profissionais da Educação e da Cultura, mas defende que isto "por si só não é suficiente", justificando dessa forma o "compromisso [da empresa] de contribuir para a promoção e o incentivo da leitura".


 

Descontos que vão até aos 50% na sua próxima estadia