A ilha grega onde naufragou Ulisses tem vindo a inspirar escritores ao longo dos anos que se maravilham com a sua beleza.

O seu passado histórico e glorioso, os seus monumentos, uma paisagem deslumbrante e praias de água cristalina fazem com que Corfu continue a ser um dos destinos mais procurados no Mediterrâneo e que quem por lá passa fique enfeitiçado.

Vamos descobrir os seus segredos.

 

Da passagem de Ulisses aos nossos dias

Foi durante o seu regresso da guerra de Tróia que Ulisses naufragou em Corfu, uma das sete ilhas Jónicas e aquela que fica mais a norte.

Conforme conta Homero na Odisseia, o herói foi encontrado em Ermones por Nausícaa, filha de Alcínoo, rei dos feácios.

Foi ela que o trouxe para terra, para junto do seu pai, e se apaixonou por ele.

No entanto, nada aconteceu entre ambos, e foi Alcínoo que deu um barco a Ulisses para este poder regressar a casa para junto da sua Penélope.

Ermones, para além de ter sido o local onde Ulisses deu à costa, é uma região conhecida pelas suas belas praias.

E a verdade é que a mais conhecida das ilhas do mar Jónico é o local certo para os amantes de praia e não só.

Ao longo do ano há eventos musicais, festas culinárias, um carnaval famoso por descender do de Veneza e muito para conhecer.

Aqui ficam alguns locais a não perder:

 

A Cidade Velha de Corfu

Corfu (Kerkyra), ao contrário do resto da Grécia, nunca caiu sob a opressão Otomana.

Ao longo dos
séculos foi dominada por venezianos, franceses e britânicos, e a passagem destes povos é visível na arquitetura da bela e muito bem preservada Cidade Velha de Corfu, considerada património mundial da UNESCO.

É o local certo para passear e perder-se nas suas ruas repletas de história, conhecer os seus cafés e visitar a igreja do século XVI que guarda a múmia de São Espiridión.

O passeio marítimo e as arcadas de Listón onde os cafés imitam a Rue Rivoli em Paris são outros dos locais a visitar.

Quando se caminha pela Plateia, a antiga zona militar que se estende entre a cidade e a antiga cidadela, é perceptível, como em toda a ilha, a luz de Corfu, uma luz intensa e única.

Vale também a pena passear na cidadela do século XVI, de estilo veneziano, que parece tirada de um conto de fadas, com o seu fosso, o seu farol e, no seu exterior, uma igreja inglesa com um pórtico dórico.

Encontram-se edifícios de estilo italiano, outros de estilo inglês e algumas das ruas parecem saídas de Paris ou de Nápoles.

A Spianada, a maior praça dos Balcãs, é o centro da cidade, decorada com notáveis obras da arquitetura francesa do século XIX. Aqui pode assistir-se a jogos de críquete ou a concertos musicais.

 

Palácio Achillion, a residência de Sissi

A vinte quilómetros da cidade velha fica o palácio de Sissi.

Este era um dos locais preferidos de Sissi, a imperatriz do império austro-húngaro, que encontrou na ilha o refúgio perfeito. O palácio data de 1891 e Sissi passava ali longas temporadas.

Ainda hoje se podem admirar as suas faustosas dependências. O palácio fica no centro da ilha e daqui tem-se uma vista privilegiada sobre o mar Jónico.

Vale também a pena passear pelos seus jardins e admirar as esculturas romanas e gregas, como “Aquiles vitorioso”  “Aquiles derrotado”.

Na verdade, Sissi dedicou este palácio a Aquiles pois ela acreditava que ele representava a própria alma e justiça da Grécia.

Mas a beleza de Corfu aumenta quando se parte para explorar a ilha. Vale a pena parar nos vários miradouros para apreciar a vista: oliveiras, pinheiros e um sem fim de vegetação que fazem de Corfu a mais verde das ilhas gregas. E perder-se nas suas muitas praias.

 



Praia de Kontogialos e Kanóni



Esta é uma das melhores praias da ilha, graças à sua areia fina e dourada.

A paisagem à volta é verdejante e as suas águas são de um verde cristalino.

Pode desfrutar do sol na areia ou num dos muitos bares de praia onde pode provar bebidas típicas gregas.


Da ilhota de Kanóni tem-se uma impressionante vista sobre a ilha de Pontikoníssi e é um dos locais mais fotografados de Corfu.

De acordo com a lenda, esta ilhota era um navio Feácio que se transformou em pedra.


 

Descontos que vão até aos 50% na sua próxima estadia em Corfu