Os pontos turísticos de Madrid são inúmeros.

Não falta aos turistas o que conhecer, durante todo o ano. 

Quando for começar seu passeio, opte pela Plaza Mayor ou pela Puerta del Sol. 

Esses são os melhores lugares para iniciar a jornada porque estão em pontos centralizados e são muito importantes para a cidade.

Na Plaza Mayor ocorrem as festividades de San Isidro, o padroeiro da cidade.



Já a Puerta del Sol é o palco da comemoração da passagem de ano, é também o local onde está o marco zero das estradas e onde fica o Oso y Madroño, estátua-símbolo estampada em diversos lugares. 

Não pode faltar no seu roteiro uma caminhada até o Palácio Real


Ele é a residência oficial do Rei da Espanha, mas esse enorme edifício é mais utilizado como ponto turístico do que como moradia. Fotos por ali são essenciais. 

Caminhe também pelo Parque do Retiro, o melhor parque da cidade.



Um passeio por lá é inevitável para quem quer conhecer os principais pontos de Madri. Quem gosta de andar pode sair caminhando do parque, passar pela Porta de Alcalá e ir até a Gran Vía.

Quanto aos museus, que são atrações valorizadíssimas de Madrid, é melhor reservar um momento só para eles.

O Prado, o mais famoso, é tão grande que cansa.


Se você não é um amante alucinado das artes, vá mesmo assim, mas dedique o maior tempo às obras mais importantes dos museus.

Aliás, é esse o segredo para não tornar o passeio cansativo: observar o que é mais importante, com a ajuda de um guia. 

Madrid é uma cidade solar, luminosa, um arco-íris.

Há, sem sombra de dúvida, os apelos irrecusáveis dos museus, dos livros, do imenso e poderoso escrínio da cultura hispânica mas, acima de tudo, Madrid é uma tentação para os sentidos do viajante.

 

Descontos que vão até aos 50% na sua próxima estadia em Madrid