Alguma vez se esqueceu ou perdeu alguma coisa num hotel?

 



Quer seja em lazer ou negócios já poderá ter passado pela experiência de se ter esquecido ou perdido alguma coisa num hotel onde esteve hospedado.

E o que terá acontecido a esses pertences?

Viajantes, aqui ficam alguns relatos sobre esta perspetiva do grupo Vila Galé, do citadino Inspira Santa Marta Hotel e da rural Herdade do Touril, para descobrirem o que estes hotéis fazem nestes casos.

Estes objetos serão coisas normais do nosso dia-a-dia ou serão estranhos para a maioria das pessoas?

Saiba quais são os objetos mais comuns e os mais estranhos a serem esquecidos em hotéis, o que os hotéis fazem aos que não são reclamados e o que fazer para evitar estas situações.

 

 Os mais comuns

O que será que as pessoas mais se esquecem num hotel?

No topo da lista de objetos que mais frequentemente são esquecidos, podemos encontrar muita coisa, mas os que mais se destacam são os de  uso diário, quer sejam os de higiene pessoal (escova e pasta de dentes), vestuário (roupas e calçado), ou ainda livros e óculos.

Ainda na lista dos mais comuns temos os carregadores de telemóveis e portáteis, telemóveis, MP3, iphone e iPad.

Em resumo são de cariz tecnológico e que começam a ser fundamentais e indispensáveis no dia-a-dia de algumas pessoas.

 

 Os mais estranhos


Além dos pertences pessoais e comuns do dia-a-dia, todos nós temos coisas que para uns é considerado banal mas que para outros pode ser considerado invulgar ou extravagante…

Nesta lista encontram-se respostas no mínimo curiosas… O que terá sido encontrado?

Num dos hotéis Vila Galé os objetos mais peculiares encontrados foram uma dentadura (e não era de brincar nem era Carnaval) e enchimento de silicone para soutiens.

Por sua vez no Inspira Santa Hotel, aquilo que de mais invulgar foi esquecido… estão preparados para a resposta?

Foram encontrados 20 mil euros em notas deixadas num cofre de um quarto, algo que em tempo de crise era um “mini euromilhões”, não acham?

 

 O que lhes acontece?


Para onde irão então os objetos que não se conseguem devolver aos seus proprietários?

Ficarão numa cave escura a ganhar pó, são reutilizados pelo hotel, serão doados?

Os que estes hotéis nos referiram foi que os procedimentos são comuns: o hotel procura entrar em contacto com o cliente e, caso não seja possível resolver a questão, os hotéis guardam nos “perdidos e achados”.

No caso da Herdade do Touril o procedimento é guardar o que é encontrado num depósito durante um período mínimo de 12 meses e caso não sejam reclamados os objetos são doados a instituições de cariz social.

Nos Hotéis Vila Galé e no Inspira Santa Marta Hotel o procedimento é o mesmo, existindo o registo num livro de perdidos e achados presente na recepção.

Para os mais distraídos sugerimos que, para prevenir que se esqueça dos seus objetos, faça uma lista do  que levou consigo e no final da sua estadia verifique essa mesma lista, evitando assim que se esqueça de algum pertence seu, pois o mais importante é que as suas férias ou escapadinha sejam perfeitas!

 

Algum leitor se recorda de ter deixado no hotel algum objeto?

 


O melhor será nao esquecer mesmo nada, aproveite sim descontos que vão até aos 50% na sua proxima estadia